domingo, 20 de junho de 2010

NA PENUMBRA DA PARTIDA

.
Fotografia / Semtidamente

Declaraçao

Não, não há morte.
Nem esta pedra é morta,
Nem morto está o fruto que tombou:
Dá-lhes vida o abraço dos meus dedos,
Respiram na cadência do meu sangue,
Do bafo que os tocou.
Também um dia, quando esta mão secar,
Na memória doutra mão perdurará,
Como a boca guardará caladamente
O sabor das bocas que beijou.

José Saramago

8 comentários:

  1. Minha querida
    Uma bela homenagem.

    Beijinhos
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  2. « A morte serve para que possamos continuar a viver»
    (José Saramago)

    ResponderEliminar
  3. Bonita homenagem ao meu conterrâneo, e nem falta o rio que ele tanto apreciava

    ResponderEliminar
  4. Hi... Looking ways to market your blog? try this: http://bit.ly/instantvisitors

    ResponderEliminar
  5. Lindo este poema de Saramago.
    Encerra frases de que gosto muito!
    Beijinho com amizade,

    Teresinha*_*)

    ResponderEliminar
  6. Confesso que não era um seu fã, mas não deixo de afirmar que deu forte/Grande contributo à literatura portuguesa.

    Bonita homenagem

    bj

    ResponderEliminar
  7. Sentidamente!! Como vai?
    Que bom ter um tempinho para vir aqui espreitar as suas belas fotos, os seus desabafos, os seus belos poemas, os belos poemas dos outros que selecciona muito a propósito, como é este do Saramago!
    Desculpe a minha ausência, mas o tempo tem sido tão pouco para cumprir com o meu trabalho de professora. Foi um final de ano atarefado e ainda está a ser duro, pois tenho Provas de Exame de 12º ano para correcção, o que me tem levado tardes e noites inteiras. Estou exausta. Resolvi fazer esta pausa para lhe dizer olá e reafirmar a minha admiração e carinho.
    Obrigada pelas constantes visitas que faz ao meu blog. Jinhos.

    ResponderEliminar
  8. O tempo é tumultuoso a partir de certa altura da vida, para quem ainda tem muito para aprender e as leiras se encurtam ao escorrer pelos caminhos, daí só agora estar aqui para corroborar na Homenagem ao Homem de Corpo Inteiro a quem sempre Homenageei em vida e que não se deixou entorpecer pela Fama porque a merecia ! Bem Haja JOSÉ SARAMAGO - "Não, não há morte", porque as suas cinzas são a ETERNIDADE.

    ResponderEliminar